Amazon e outras grandes empresas se unem para oferecer planos de saude para seus funcionarios.

O problema é que as empresas que se autosseguram nem sempre fazem um bom
trabalho. Ali Diab, CEO e fundador da Collective Health, coloca desta maneira em
um post no blog da empresa:
Contrastando com outras áreas de gastos concentrados do empregador, como
folha de pagamento ou vendas e marketing, destaca-se a ausência distinta de uma
abordagem moderna e orientada pela tecnologia para gerenciar esse esforço

 Para entender por que os empregadores dependem desses
arranjos complexos, não precisamos procurar mais do que os sistemas de
administração antiquados e propensos a erros que alimentam o “back office” do
setor de saúde de hoje.
Recentemente, três gigantes corporativos, Amazon, JPMorgan Chase e Berkshire
Hathaway, uniram forças para formar uma empresa combinada de serviços de
saúde para gerenciar benefícios para suas centenas de milhares de
funcionários. Os preços das ações das seguradoras tradicionais caíram quando as
notícias do consórcio foram anunciadas, mas muitos analistas estão céticos em
relação a quão bem ele funcionará. Leemore Dafny, professor da Harvard Business
School, disse a repórteres do New York Times : “Só porque você sabe que um
setor está com baixo desempenho e você tem muito dinheiro, não significa que
você tenha uma estratégia bem-sucedida”.Jocross Amil Olinda